Logo Follow Your Passion x Carmo

Sanda Pagaimo nasceu na Bósnia mas há 15 anos chama Lar a Portugal! O desejo de ter um projecto pela própria mão fê-la criar o blog Little Upside Down Cake… Que já ascendeu ao estatuto de site inspiracional, sendo em simultâneo o cartão de visita do talento de Sanda!

ENTREVISTA

1- Fala-nos da tua relação com Portugal…

Já vivo em Portugal há 15 anos. No início estranhei algumas coisas: diferenças culturais, hábitos… Devagar acostumei-me. Agora sinto-me Lisboeta, adoro a cidade em que vivo, reclamo com o tempo, dou beijinhos a cumprimentar, sei quando joga o Benfica e dizem que falo bem português!

2- Fala-nos do teu universo estético… Tens, por exemplo, uma conta de Instagram muito popular e colaborações muito interessantes… O que nos podes dizer sobre essas articulações artísticas?

Acho que a parte visual, a estética vem de dentro da cada um, baseia-se nas nossas memórias e sentimentos, nas vivências… Cresce connosco e sente-se no nosso trabalho. Um dia é cheio de estímulos visuais, alguns deles capto e partilho no Instagram, outros quero viver só eu… Nessa plataforma o mundo é aberto, não se limita a Lisboa, nem Portugal. E, pessoas com a mesma estética encontram-se facilmente. As colaborações são resultado disso.

3- O que te levou a criar o projeto Little Upside down cake? 

Desde a universidade que trabalhava como consultora em empresas grandes onde senti que não era tratada como pessoa, mas como um número, onde dei tudo mas não recebi muito de volta. Comecei a sentir-me sufocada, infeliz… Sonhava em criar uma coisa minha.. E, assim o LUDC nasceu. Começou como um simples blog da comida e, com os anos, transformou-se numa plataforma onde mostro o meu trabalho fotográfico, partilho as receitas que faço, o trabalho desenvolvido com artesãos em Portugal.

4- Moves-te entre múltiplas áreas, como a Fotografia, Food styling, etc… Essa pluralidade sempre fez parte de ti? 

Acho que parte de fazer, pintar, criar sempre fez parte de mim.  LUDC foi o espaço onde tentei aplicar isso, na cozinha ou com câmera …

5- Quais as tuas principais referências quando procuras inspiração? 

São muitas: Nikole Herriet & Michael Graydon, Gentl & Hyers, Nicole Franzen, Ditte Isager…

6- Que modelo eletta escolheste? E porquê?

Escolhi City Silver,  um modelo classico, elegante e sofisticado